Medicina Desportiva

Nos últimos anos, pessoas de todas as idades têm dado maior atenção às orientações médicas sobre os benefícios que o exercício físico pode trazer à saúde. Mas, para muitos atletas – profissionais ou amadores – levar uma vida ativa pode também ter seu preço: Lesões. Essas lesões, como resultado de esporte ou exercício, são bastante comuns.

Em algumas situações, as lesões esportivas ocorrem como conseqüência de um acidente, práticas incorretas de treinamento ou falta de condição física adequada. Adicionalmente, não realizar o aquecimento ou não alongar o suficiente antes de um jogo ou exercício pode também causar uma lesão.

As lesões podem também ocorrer devido a determinadas alterações estruturais do corpo, que podem causar maior estiramento em algumas partes do que em outras. Podem também ser conseqüência do enfraquecimento dos músculos, tendões ou ligamentos. O desgaste crônico é a causa da maioria dessas lesões, quando os movimentos repetitivos afetam os tecidos suscetíveis.

Técnicas incorretas de treinamento são a principal causa de lesões dos músculos ou juntas. Em geral, a pessoa não se recupera de forma adequada após um período de treinamento ou não interrompe o exercício de imediato quando ocorre a dor. São necessários mais que dois dias para que as fibras musculares prejudicadas se curem e substituam o glicogênio após o exercício intenso. As lesões esportivas mais comuns são:

  • Distensões
  • Lesões nos joelhos
  • Inchaço muscular
  • Lesões no tendão de Aquiles
  • Dor na tíbia
  • Fraturas
  • Deslocamento